NoPlaceForHate_Logo



Neste projeto, com duração prevista de dois anos, com início a 1 de setembro de 2019, para além do Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano (Coordenador de Projeto) participam ainda um conjunto de quatro escolas parceiras oriundas da Finlândia (Pohjankartanon yläaste), Grécia (3rd Gymnasium of Mytilene), Polónia (Publiczna Szkola Podstawowa nr 5) e da Itália (Istituto Comprensivo Garibaldi).


NOTÍCIAS

VOLTAR


























































BREVE DESCRIÇÃO

Os principais objetivos deste projeto estão direcionados para questões humanitárias, novas estratégias de aprendizagem suportadas em novos métodos de ensino e competências digitais, e na necessidade de traçar um novo caminho para as nossas escolas rumo a uma nova era social e digital. Considerando estas permissas, os parceiros envolvidos neste projeto foram convidados pela escola coordenadora do projeto (Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano) foram convidados de acordo com o contexto do seu perfil histórico, geográfico e humanitário.

Em relação aos objetivos de aprendizagem:

- Pretendemos focar-nos em quatro aspectos principais do currículo dos alunos: questões sociais, contextos históricos e geográficos de cada país, conhecimento das línguas, competências ao nível da comunicação e competências em TIC;

- Aumentar as competências básicas gerais dos alunos em diferentes áreas académicas: alfabetização, línguas, participação cívica e tecnologia.

- Aumentar as competências dos alunos e da comunidade escolar para superar problemas inerentes ao desenvolvimento e inclusão social e ajudá-los a serem criativos nesse processo (trabalhando no conceito de empreendorismo);

- Alargar os horizontes no que respeita ao conceito de cidadania europeia e criar uma perspectiva social de suporte para um mundo em mudança;

- Motivar os alunos a usar métodos inovadores de aprendizagem, como o Design Thinking - a fim de promover o pensamento crítico e o desenvolvimento de competências de trabalho em grupo.

- Melhorar a sua consciência digital, lidando com conceitos como Realidade Aumentada, códigos QR e criação de aplicações digitais.

VOLTAR

CRITÉRIOS DE SELEÇÃO DE ALUNOS


Critérios de seleção de alunos com vista à integração nas atividades de mobilidade (Turmas)

 - Empenho face ao trabalho a desenvolver no âmbito do Projeto (20%)

 - Qualidade do trabalho desenvolvido (40%)

 - Nível de comunicação em Inglês (20%)

 - Interação ao nível da plataforma eTwinning (20%)

 Obs. O número de vagas a distribuir pelos alunos das turmas será posteriormente dada a conhecer às turmas.


Critérios de seleção de alunos com vista à integração nas atividades de mobilidade (Clubes)

- Assiduidade (10%)

- Comportamento (15%)

- Empenho face ao trabalho a desenvolver no âmbito do Projeto (25%)

- Qualidade do trabalho desenvolvido (30%)

- Nível de comunicação em Inglês (20%)

Em caso de empate, a idade será tida em consideração como fator de desempate.

Obs. O número de vagas a distribuir pelos alunos que frequentam os clubes será posteriormente dada a conhecer aos alunos.

VOLTAR

ENCONTROS TRANSNACIONAIS

Semana de mobilidade de professores no Agrup. de Escolas Alexandre Herculano

Decorreu, de 4 a 8 de novembro, na Escola Básica Alexandre Herculano a primeira semana de mobilidade no âmbito do Projeto Erasmus KA2 Cultural and Social Integration (Re) Action. Assim, estiveram naquela instituição escolar 17 professores oriundos de diversas escolas de vários países europeus: 3rd Gymnasium of Mytilene da ilha de Lesbos, na Grécia; Istituto Comprensivo Garibaldi de Itália; Pohjankartanon yläaste da Finlândia e Publiczna Szkola Podstawowa nr 5 da Polónia. O projeto escrito e coordenado pela Escola Básica Alexandre Herculano pretende levar os alunos a entenderem episódios históricos que afetam a integração e aceitação social dos outros e a criar bases de entendimento social que visam beneficiar minorias étnicas, refugiados e migrantes. Desta forma, durante dois anos, alunos e professores desenvolverão trabalho colaborativo no sentido de criar documentos e instrumentos digitais que possam promover a alteração de preconceitos e obstáculos sociais e culturais.

No decorrer da semana, os professores, envolvidos nesta semana de mobilidade, participaram em diversos workshops, foram recebidos na Câmara de Santarém, visitaram o Forte de Peniche e a instituição JRS – Serviço Jesuíta aos Refugiados. No âmbito desta visita, foi estabelecido um protocolo de cooperação entre a instituição e a Escola Básica Alexandre Herculano ao abrigo do programa "Safe" dinamizado pela JRS que levará os alunos scalabitanos a ganharem um entendimento diferente do acolhimento e trabalho de integração desenvolvido pela JRS, já que técnicos desta instituição dinamizarão sessões de trabalho com os alunos envolvidos no projeto CSI.

A Equipa de Coordenação de Projetos Erasmus+ (Manuela Farinha e Sérgio Coelho) da referida escola organizou, ainda, uma sessão de apresentação pública dos projetos em curso no biénio 2019-2021. Neste evento participaram representantes da autarquia local, da Escola Superior de Educação de Santarém, do Conselho Geral do Agrupamento, das Escolas parceiras num dos projetos em curso, professores, pais e alunos. Fez-se uma retrospectiva dos projetos terminados no decorrer do ano letivo anterior e abordaram-se as novas dinâmicas de futuro no que concerne os projetos Erasmus. Assim, o Agrupamento irá dinamizar, nos próximos dois anos, um projeto Erasmus KA1, da autoria de Manuela Farinha, que prevê melhorar as práticas letivas do Agrupamento promovendo dois jobshadowing e 1 curso de formação que envolverá a mobilidade de 28 docentes, e dois projetos Erasmus KA2: o referido CSI e outro intitulado Play, a Gateway to Learn, sendo que se prevê com este abordar a aprendizagem através do jogo.

O evento abordou todo o trabalho que se tem realizado ao nível do Agrupamento no âmbito dos projetos Erasmus+, contou com a partilha de experiências dos alunos participantes e dos respetivos Encarregados de Educação, com um interlúdio musical, com a entrega de prémios aos alunos vencedores do concurso Erasmus que assinalou o Dia Erasmus na escola a 10 de outubro e com a apresentação das equipas de professores das Escolas parceiras do projeto CSI.


foto

VOLTAR

erasmus_plus_logoThis project is co-financed within Erasmus+ program KA2 Strategic partnership



Neste projeto, com duração prevista de dois anos, com início a 1 de setembro de 2017, participam um conjunto de quatro escolas parceiras oriundasde Portugal (coordenadores), da República ErasmusCheca, da Holanda e de Itália.

Pretende-se com este projeto que os alunos explorem e conheçam de forma mais profunda


os 4 elementos naturais: Terra, Àgua, Ar e Fogo. No âmbito desta perspectiva, selecionaram-se parceiros que possam enriquecer o trabalho/aprendizagem a desenvolver à volta dos elementos. Assim, em Portugal explora-se o Eelemento da Àgua, na República Checa o elemento da Terra, na Holanda o elemento do Ar e em Itália o elemento do Fogo.

O projeto contempla diversas situações de trabalho: ao nível do conhecimento e exploração dos Elementos Naturais, envolve o trabalho e a aprendizagem dos alunos; e, ao nível da exploração e percepção de metodologias de ensino, particularmente o trabalho de projeto e o conceito de “Flipped Classroom”, envolve os professores participantes no projeto.