Presentemente, as respostas educativas do Agrupamento na área da Educação Especial são as seguintes:

(Contacte os serviços administrativos para obter informação mais detalhada)

Apoio direto

Apoio indireto

Apoio à multideficiência e surdocegueira congénita do 1º CEB - EB S. Domingos

Unidades de apoio à multideficiência e surdocegueira congénita do 2º e 3º CEB - EB Alexandre Herculano

Salas de apoio a alunos disléxicos

Apoios supletivos

Escola de referência para a Intervenção Precoce na Infância.

Centro de Recursos TIC para a Educação Especial - CRTIC Santarém

Equipa de avaliação

Apoio direto a alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE)

Destina-se a alunos com NEE diversas que sendo portadores de deficiência permanente e comprovada, de carácter grave ou moderada, se encontram integrados a tempo inteiro em turmas regulares dos Jardins-de-infância (JI) e Escolas Básicas (EB) de 1º, 2º e 3º Ciclo.

É implementada por docentes com formação específica e especializada em diferentes áreas de deficiência.

Pretende-se

- Promover a educação e ensino especializado e individualizado dos alunos NEE em contexto de sala de aula.

- Preparar os alunos para o prosseguimento de estudos ou para a vida profissional.

Apoio indireto a alunos com Necessidades Educativas Especiais

Destina-se a alunos com NEE diversas que sendo portadores de deficiência permanente e comprovada, de carácter moderada ou ligeira, se encontram integrados a tempo inteiro em turmas regulares dos Jardins-de-infância (JI) e Escolas Básicas (EB) de 1º, 2º e 3º Ciclo.

É implementada por docentes com formação específica e especializada em diferentes áreas de deficiência.

Pretende-se

- Promover a implementação de respostas educativas, estratégias e métodos diversificados, através do acompanhamento aos docentes que têm integrados nas turmas alunos NEE;

- Preparar os alunos para o prosseguimento de estudos ou para a vida profissional.

Unidade de Apoio à multideficiência e surdocegueira congénita do 1º CEB - EB S. Domingos

Destina-se a alunos das escolas do 1º Ciclo do Agrupamento, com NEE, que sendo portadores de multideficiência ou outra similar, de caráter grave e com défice de autonomia, integram as turmas regulares, a tempo parcial, em áreas/atividades específicas, em que consigam participar e o restante tempo na sala da Unidade.

É implementada por docentes com formação específica e especializada em diferentes áreas de deficiência e com perfil para desenvolverem a sua atividade neste tipo de sala de apoio especializado e Terapeutas e Técnicos especializados, colocados no âmbito dos Planos de Ação, através da parceria com os Centros de Recursos para a Inclusão (CRI).

Pretende-se conceber e implementar programas educativos orientados para áreas académicas de cariz mais funcional, socialização e autonomia de vida.


Unidade de apoio à multideficiência e surdocegueira congénita do 2º e 3º CEB - EB Alexandre Herculano

Destina-se a alunos da escola sede do Agrupamento, com NEE, que sendo portadores de multideficiência ou outra similar, de caráter grave e com défice de autonomia, integram as turmas regulares, a tempo parcial, em áreas/atividades específicas, em que consigam participar e o restante tempo na sala da Unidade.

É implementada por docentes com formação específica e especializada em diferentes áreas de deficiência e com perfil para desenvolverem a sua atividade neste tipo de sala de apoio especializado e Terapeutas e Técnicos especializados, colocados no âmbito dos Planos de Ação, através da parceria com os Centros de Recursos para a Inclusão (CRI).

        Destina-se a

- Conceber e implementar programas educativos orientados para áreas académicas de cariz mais funcional, socialização e autonomia de vida.

- Preparação dos alunos para a visa pós-escolar.

Salas de apoio a alunos disléxicos

Destina-se a alunos que frequentem as escolas do Agrupamento e que tenham como diagnóstico dislexia, moderada ou grave.

É implementada por docentes com formação específica e especializada em diferentes áreas de deficiência.

Pretende-se

- Promover a reeducação da leitura e da escrita;

- Desenvolver competências específicas com vista a superar as dificuldades.

 

Apoios supletivos

Destinam-se a alunos que frequentem as escolas do Agrupamento

São implementados por docentes com formação específica e especializada em diferentes áreas de deficiência.     

Pretende-se

- Acompanhar individualmente os alunos, fora da sala de aula;

- Habilitar os alunos com estratégias de organização de materiais e técnicas de estudo autónomo.

Escola de referência para a Intervenção Precoce na Infância.

Consiste na disponibilização de docentes para apoio a crianças com idades compreendidas entre os 0 e os 6 anos, colocadas em domicílios, amas, creches e jardins-de-infância públicos e privados dos concelhos de Santarém e Rio Maior, que apresentem alterações nas funções ou estruturas do corpo que limitem a sua participação nas atividades típicas para a respetiva idade, ou  com risco grave de atraso de  desenvolvimento.

O apoio especializado é prestado por técnicos, terapeutas e docentes (preferencialmente com formação específica em diferentes áreas de deficiência), que integram a Equipa Local de Intervenção (ELI) Santarém- Rio Maior do Sistema Nacional de Intervenção Precoce na Infância (SNIPI).

Pretende-se

- Acompanhar a criança e respetiva família, de forma preventiva e reabilitativa, no âmbito da educação, da saúde e da ação social.

- Assegurar às crianças a proteção dos seus direitos e o desenvolvimento das suas capacidades;

Centro de Recursos TIC para a Educação Especial - CRTIC Santarém

Desenvolve a sua atividade junto de alunos com NEE que frequentem estabelecimentos de educação desde o pré-escolar ao ensino secundário, da rede pública ou privada, do Distrito de Santarém a que acresce o concelho da Azambuja, e com exceção dos concelhos de Rio Maior e Mação.

Nele desempenham funções dois docentes do quadro da escola, do grupo de recrutamento da educação especial com competências na área das tecnologias de informação e comunicação e tecnologias de apoio.

Entre outras, as suas atribuições são

 - Efetuar avaliação especializada dos alunos com NEE, para adequação das tecnologias de apoio às suas necessidades

- Acompanhar os alunos que se encontram hospitalizados ou domiciliados através da utilização do sistema de teleaula.

- Prescrever os produtos de apoio na Plataforma do Sistema de Atribuição de Produtos de Apoio.

Equipa de avaliação

Avalia alunos referenciados para a Educação Especial e que se frequentam as turmas dos JI e EB de 1º, 2º e 3º Ciclo do Agrupamento.

É composta por docentes do quadro da escola, do grupo de recrutamento da educação especial, suportada por pareceres médicos, pedagógicos, técnicos, psicológicos e familiares.

Efetua

                - Avaliação pedagógica das crianças e jovens referenciados.

- Elaboração do relatório técnico-pedagógico por referência à Classificação Internacional da Pessoa com Deficiência (CIF);

ÁREA DE INQUÉRITOS

  • inquerito4

    Para podermos continuar a melhorar o nosso serviço gostariamos de contar com a sua colaboração no preenchimento deste inquérito de satisfação. Muito obrigado.

Visitantes

mod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_countermod_vvisit_counter
mod_vvisit_counterHoje810
mod_vvisit_counterOntem812
mod_vvisit_counterEsta semana4289
mod_vvisit_counterÚltima semana5754
mod_vvisit_counterEste mês20881
mod_vvisit_counterÚltimo mês23580
mod_vvisit_counterTotal visitantes1623412